Um nível (muito) elevado de mestria não chega…

Ontem estava a ver uns vídeos no Youtube de um tipo Quiropata australiano que faz coisas incríveis.

Um dos casos mais impressionantes foi quando teve de lidar com um rapaz que tinha ficado todo curvado depois de ter tentado arrancar uma raiz de uma árvore.

Durante três meses, esse jovem não conseguiu endireitar-se.

E todos os médicos que consultou recusaram-se a mexer nele porque não sabiam muito bem o que fazer.

Até que ele decidiu enviar uma mensagem a este quiropata australiano dizendo que ia até lá se ele o conseguisse curar.

(Ele estava nos EUA).

E assim foi.

O jovem e o seu pai puseram-se num avião e rumaram à Australia.

Sem garantias que pudesse resultar mas com muita esperança na bagagem.

Quando lá chegou, o pai contou ao quiropata, Dr. Ian, que o filho não conseguia dormir e só pensava que queria morrer porque não aguentava as dores.

E o quiropta pôs mãos-à-obra.

Pacientemente, um bocadinho de cada vez, ajustando a coluna do rapaz.

E, em poucos dias de pequenos ajustes, o jovem ficou com a coluna direita.

Recuperou totalmente e hoje leva uma vida normal.

Ora, para fazer isto, é necessário um alto nível de mestria.

O Dr. Ian conseguiu fazer com sucesso algo que muitos se recusaram sequer a tentar.

Mas, será que só esse nível de mestria seria suficiente para que o Dr. Ian ficasse famoso?

Bem, se calhar, todos os que são tratados por ele são capazes de dizer a todos os que conhecem que ele é um tipo fantástico.

E aposto que recebe várias referências por causa disso.

Mas, se não fosse o facto de ele filmar e divulgar as suas consultas e os casos mais complicados que apanha, ninguém fora do seu círculo de clientes e seus conhecidos saberia o quão espectacular ele é.

E este jovem não o teria contactado desde os Estates para ir lá.

E certamente eu não estaria a falar dele neste momento.

Em Portugal…

Foi o uso do Youtube e da sua página do Facebook (o canal escolhido pelo jovem para contactá-lo) que fez com que ele ficasse conhecido.

E pensar que ainda há tantos agentes imobiliários que, apesar de serem muito bons naquilo que fazem, ainda não estão no Facebook…

Nem é possível encontrá-los online…

A receita parece ser relativamente simples:

Mestria no que se faz + máxima exposição = sucesso garantido, duradouro e abundante.

E tu? Já estás a tirar partido da Internet e das Redes Sociais para te tornares conhecido e reconhecido?

Um abraço e tem um excelente dia,

Marco Costa
www.omeunegocioimobiliario.com

PS: Se não és facilmente impressionável, vê o caso de que te falei aqui:

Opt In Image
E-Book Grátis Para Agentes Imobiliários / Corretores de Imóveis
Duplica o Teu Negócio Apenas com Referências

Descobre como alavancar os teus resultados apenas com referências recebidas de antigos e actuais clientes.

Disponível apenas por tempo limitado...