Porque ainda estou em desacordo ortográfico…

Faz hoje precisamente um ano que passou a ser obrigatória a plena utilização do Novo Acordo Ortográfico…

Isto significa que, quem continua a escrever do modo antigo, está a dar erros ortográficos.

Segundo parece, o acordo seria para dar uma maior uniformidade à língua portuguesa…

Sinceramente, ainda não me preocupei muito com o assunto.

Aliás, dá-me a ideia que muita gente se está completamente a borrifar para o assunto.

Embora o nosso Presidente (Marcelo) tenha dito há três dias que isto do Acordo Ortográfico é “um não assunto” e “um não tema”.

(Bolas, isto é português correcto? Não tema? Não assunto? Enfim… devem ser coisas do novo acordo. Mas estou a desviar-me do assunto…)

E, embora goste de escrever sem dar erros, acho que o mais importante é conseguir passar a mensagem.

Numa linguagem que todas as pessoas entendam.

Sem terem de andar com um dicionário debaixo do braço.

Mesmo utilizando algum calão, se for apropriado, ou até inventando alguma palavra que melhor ilustre um qualquer sentimento.

O mais importante é conseguir passar a mensagem para (quase) toda a gente.

E, quanto mais simples as palavras utilizadas, mais pessoas conseguirão entender.

Mas isto não significa que a linguagem seja simplória e, muito menos, desleixada ou ordinária.

Pelo contrário.

Muitas vezes, o acto (ato?) de escrever de um modo simples pode ser mais difícil que escrever utilizando palavras caras.

E é sempre neste registo que escrevemos a nossa newsletter “Ao Seu Serviço!”.

Numa linguagem clara e acessível a todos.

Repara, as pessoas que entendem as palavras caras também entendem as mais simples.

Mais, na esmagadora maioria das vezes, apreciam-nas muito mais.

Porque não os obriga a pensar no significado das mesmas.

Tudo é clarinho como água.

E apenas estão concentrados no conteúdo da mensagem.

Que é exactamente onde os queremos! 😉

E é assim que achamos que todas as newsletters, aliás toda e qualquer comunicação de marketing, deve ser.

Para conseguir transmitir uma mensagem clara.

E não confundir os clientes.

E torná-los nossos amigos, em vez de apenas prospectos.

O que te parece?

Costumas falar e escrever com palavras simples?

Ou, pelo contrário, não poupas nas palavras caras e gostas de esbanjar o teu português?

🙂

Um abraço,

Marco Costa
http://www.omeunegocioimobiliario.com
PS: Para saberes mais sobre as nossas newsletters, vai a:
http://www.aoseuservico.com

Opt In Image
E-Book Grátis Para Agentes Imobiliários / Corretores de Imóveis
Duplica o Teu Negócio Apenas com Referências

Descobre como alavancar os teus resultados apenas com referências recebidas de antigos e actuais clientes.

Disponível apenas por tempo limitado...