Estamos sempre a aprender…

Um dos maiores prazeres do ser humano deve ser mesmo aprender coisas novas.

E, hoje em dia, graças às novas tecnologias, esse conhecimento está cada vez mais acessível.

Quem quiser pode aprender mais sobre o seu tópico de interesse a até tirar cursos superiores completos através da internet.

Sim, há universidades que disponibilizam os conteúdos dos seus cursos superiores na Internet.

E muitas destas coisas são completamente gratuitas.

Se não tivermos em conta o tempo que levamos ou “investimos” a aprender, claro!

No outro dia, perguntei na minha página do Facebook porque é que as pesoas estariam dispostas a pagar por uma formação quando poderiam obter essa informação gratuitamente na Internet.

E duas razões apareceram com dominantes.

A primeira tem a ver com a organização dos conteúdos – há tanta informação dispersa na internet que, às tantas, é fácil uma pessoa perder-se e perder o foco no que é essencial e no que é acessório.

Muitas vezes, esta frustração leva a que não queiram perder tempo a aprender nada.

Num (bom) curso de formação, tudo está organizado e sistematizado.

Por isso é que nas formações que dou, o foco está em que as pessoas possam aplicar aquilo ao seu negócio e não tanto em tornarem-se um às no assunto.

Por exemplo, numa formação sobre Facebook é mais importante aprender como promover os teus conteúdos de uma forma rápida e eficaz do que tornares-te perito em anúncios.

Não tens de saber tudo. Tens de saber o suficiente para avançar e progredir.

A segunda razão dominante tem a ver com a possibilidade de se colocarem questões ao próprio formador.

Muitas vezes, a mesma coisa dita de uma forma diferente, ou com um exemplo concreto, pode ecoar melhor no nosso cérebro.

E as questões dos outros participantes também podem ajudar.

Ontem, por exemplo, por causa de uma pergunta de uma outra pessoa, aprendi uma coisa que não sabia.

E vou partilhar contigo hoje.

Sabias que, quando tens uma casa angariada em exclusivo, as fichas de visita têm de ser sempre as tuas? Ou melhor, têm de ter sempre lá escrito o nome da sociedade detentora da angariação.

As fichas de visita dos colegas de outra agência não servem para nada.

Em termos legais, claro.

Por isso, não facilites.

Sempre que houver uma visita a uma casa que tenha sido angariada por ti, leva fichas de visita tuas e pede às pessoas (mesmo que sejam clientes acompanhados por outro colega) que as assinem e coloquem o número do seu cartão de identicação.

Já sabias disto?

Um abraço e tem um excelente dia,

Marco Costa
www.omeunegocioimobiliario.com

 

Opt In Image
E-Book Grátis Para Agentes Imobiliários / Corretores de Imóveis
Duplica o Teu Negócio Apenas com Referências

Descobre como alavancar os teus resultados apenas com referências recebidas de antigos e actuais clientes.

Disponível apenas por tempo limitado...