A vantagem do Agente Imobiliário inexperiente…

Tal como te disse ontem, hoje vou dar-te mais alguns exemplos de como o facto de estares há pouco tempo neste negócio pode ser uma vantagem para ti. Se não tiveste oportunidade de ler o e-mail de ontem, podes apanhá-lo aqui: A vantagem de estar apenas a começar… Pronto? Vamos a isso. Hoje venho falar-te de mais duas situações recorrentes do dia-a-dia do agente imobiliário que podes aproveitar em teu…

A vantagem de estar apenas a começar…

Hoje venho falar-te de algo que te poderá ajudar caso estejas apenas a começar neste negócio. Ou, se já fores mais experiente, é algo que poderás passar a quem está a começar quando, por exemplo, começas a formar a tua equipa. É que um dos grandes receios de quem está apenas a começar é o de ser visto como inexperiente e que os potenciais clientes os rejeitem exactamente por isso.…

Mais do que palavras… algo de útil!

Hoje é o Dia Internacional do Obrigado! Se já há algum tempo não dizes obrigado aos teus clientes, hoje pode ser uma boa oportunidade. Mas, não fiques só por hoje. Se possível, encontra um motivo novo para dizer “obrigado” todos os dias. E, de preferência, encontra algo que possas fazer pelos teus clientes (ou oferecer-lhes) para exprimires esta gratidão. Porque as nossas palavras são muito importantes. Mas, quando a acompanhá-las…

Batatas, ovos e grãos de café…

Conta-se que, certo dia, uma filha chegou ao pé do pai e começou a queixar-se de como a sua vida era miserável e que ela não sabia se iria aguentar. Ela estava cansada de lutar, lutar e lutar… Parecia que mal um problema era resolvido, aparecia logo outro a seguir. Então, o pai, que era chef, levou-a para a cozinha. Encheu três tachos com água e colocou cada um ao…

Se costumas conduzir, lê isto…

Ontem estive em Viseu a fazer uma pequena palestra. Gostei muito de conhecer aquela equipa e foi um privilégio poder partilhar algumas ideias com eles. (E, no final, ainda fui brindado com uma lembrança fantástica!) Para ir para lá, fui a conduzir, o que significa que ontem passei algumas horas no carro. E, sempre que o tenho de fazer, procuro fazer duas coisas que partilhei ontem na palestra: – Preparar-me.…

Um vestido vermelho numa festa de vestidos pretos…

E quando toda a gente combina ir a uma festa vestido de preto e aparece alguém com um vestido… vermelho!? E ainda por cima altamente… decotado e com uma racha por cima da cintura? Nesse caso, não há dúvida nenhuma que essa pessoa não passaria despercebida, certo? Mas também ninguém se atreveria a fazê-lo, certo? Bem, foi exactamente isso que aconteceu ontem na cerimónia de entrega dos Globos de Ouro…

Convida os teus clientes para um “test-drive”…

Eis um exemplo real o que acontece quando alguém aproveita uma ideia e a coloca em prática. Esta semana recebi este e-mail de uma colega: ——— “Olá Marco, Antes de mais, um bom ano de 2018!! Que te traga muito sucesso em todas as vertentes!! :)) Envio-te esta mensagem com um enorme agradecimento pelas ideias de Natal que sugeriste! Além disso, e como combinado, aqui te deixo o feedback: Foi excelente!!!!…

Devemos publicitar os negócios fechados ou não?

Ontem recebi este e-mail de uma colega que recebe os meus e-mails diários com uma questão pertinente. Escreveu ela: “Olá, Marco, Excelente Ano para si. Gostaria de saber a sua opinião sobre se, nos tempos actuais faz muito sentido no imobiliário publicitar frequentemente os contratos que assinamos, as angariações e as escrituras (isto nas redes sociais, sobretudo no fb). Não é uma publicidade de demasiado exibicionismo? Coloco-me do lado dos…

Um exercício crítico para o teu sucesso em 2018!

Ora viva! Hoje venho falar-te de um exercício crítico para o teu sucesso em 2018! Espero que te seja útil. Mas, antes disso, quero desejar-te um excelente ano novo. Que em 2018 possas ter muito sucesso nos teus projectos profissionais e, sobretudo, na tua vida pessoal. Este ano, como sabes, vai ser muito especial para mim. Pelas várias iniciativas profissionais que tenho na calha e, especialmente, pelo bebé que vem…

Saímos da obscuridade ou não?

Estamos quase quase a terminar o ano de 2017. E se já aqui estavas no início deste ano, provavelmente lembras-te (ou não), que no primeiro artigo que escrevi em Janeiro, declarei o ano de 2017 como o ano da saída da obscuridade. O ano em que deixaríamos de ser uns completos estranhos no mercado e começaríamos a deixar a nossa marca. Este objectivo não era só para mim. Também era…