A história do velho lenhador!

Conta-se uma história de um velho lenhador que tinha fama de ser o melhor lenhador da região e vencer todos os torneios em que participava.

Certo dia apareceu por aquela região um lenhador bem mais novo e cheio de caparro.

Tipo Arnold Schwarzenegger (o Exterminador Implacável).

E esse jovem lenhador, ouvindo falar da fama do velho, decidiu desafiá-lo para um concurso.

Quem tivesse mais árvores cortadas no final do dia seria o vencedor.

A aldeia toda reuniu-se para testemunhar este acontecimento.

E começaram o concurso.

O jovem lenhador lançou-se furiosamente a cortar árvores e era vê-las a saltar que nem cordeirinhos no pasto.

O velho, pelo contrário, sentou-se calmamente com o machado na mão.

E o jovem continuou imparável a cortar árvores.

De quando em vez, olhava para o velho e via-o sentado com o machado na mão.

Pensava para consigo que o velho passava mais tempo a descansar do que a cortar árvores.

A vitória estava no papo.

No final do dia fizeram a contagem e, para espanto geral, o velho tinha cortado o dobro das árvores do jovem lenhador.

“Como é que isso é possível?” – perguntou o jovem ao velho – “o Senhor parava o tempo todo para descansar”.

“Não, meu jovem” – respondeu o velho – “Eu não estava a descansar. Eu estava apenas a afiar o meu machado.”

Moral da história: às vezes é preciso parar para afiar o nosso machado de modo a conseguirmos cortar mais árvores.

Então e tu?

Tens tirado tempo do lufa-lufa do dia-a-dia para afiar o teu machado, leia-se melhorar as tuas capacidades?

Tens investido o teu tempo em aprender alguma coisa nova para o teu negócio?

Tens parado para ler e saber o que se passa no teu mercado e em como podes prestar um melhor serviço aos teus clientes?

Ou, pelo contrário, tens estado demasiado ocupado a cortar árvores sem te preocupares se o estás a fazer da forma mais eficiente?

É que a nossa vida é mais do que o trabalho…

E, se gastamos o tempo todo nele, acaba por não sobrar nada para mais ninguém (família, amigos, nós próprios, etc.).

E tudo é importante para manter o nosso próprio equilíbrio (e sanidade mental).

Já tinhas pensado nisso?

Qual a tua opinião?

Um abraço,

Marco Costa
www.omeunegocioimobiliario.com

PS: Se tivesses de escolher um tema para aprender mais, qual seria? Conta-me aqui.

 

 

Opt In Image
E-Book Grátis Para Agentes Imobiliários / Corretores de Imóveis
Duplica o Teu Negócio Apenas com Referências

Descobre como alavancar os teus resultados apenas com referências recebidas de antigos e actuais clientes.

Disponível apenas por tempo limitado...